Festa de Natal e Passagem de Ano na Madeira

A festa de natal e a passagem de ano na Madeira, com os presépios, o vinho da Madeira e a poncha. Após o fim de ano, o mergulho no Atlântico, para renovar energias!

Presépio Iluminado
Presépio Iluminado

Fim de Ano, Ano Novo Vida Nova

A festa de Natal, durante o mês de Dezembro e até ao dia de Reis, junta às tradições natalícias o intenso regozijo pela entrada de um novo ano que todos esperam traga mais saúde e alegria para todos.

O anfiteatro do Funchal, com a sua magnífica baía, é local de eleição para acolher todas as iluminações, cor e presépios de Natal, que só é possível viver intensamente, lá passando alguns dias e, claro, não perder a famosa passagem de Ano na Madeira.

600 anos da descoberta da madeira
600 anos da descoberta da madeira

A Festa de Natal e os Presépios da Madeira

Em todos os locais se encontram presépios qual deles o mais surpreendente.

Visite a Camacha, Santana, Curral das Freiras, Ponta do Sol ou a Calheta e encontrará, em todo o lado, presépios que entre si, disputam criatividade e beleza.

É um fim de ano sempre em festa, nas ruas, nos bares, nos restaurantes e nos hotéis. Nas casas, há também presépios colocados em varandas e janelas, para o deleite de todos os que por lá passam.

Presépio Iluminado na Varanda
Presépio Iluminado na Varanda

O Mercado de Natal

A Festa de Natal fervilha com várias barraquinhas de Natal, múltiplos pontos de encontro onde é possível conversar e provar os melhores produtos regionais, as sandes de carne em vinha d´alhos, os doces, o vinho da Madeira e a tradicional poncha.

Mercado de Natal
Mercado de Natal

O Vinho da Madeira

O início da plantação da vinha, na Madeira, começou após a descoberta da ilha em 1419, sob as ordens do Infante D.Henrique.

A essência deste vinho deve-se às suas castas mas, também, às características da madeira local, da qual que são feitos os tonéis e à influência da brisa marítima.

Na Festa de Natal podemos contar com os Borracheiros e os seus borrachos de bexiga de porco, onde se transportava o Vinho da Madeira entre aldeias.

Os Borracheiros
Os Borracheiros

A Poncha tradicional

Não se pode fazer uma passagem de ano na Madeira sem a poncha tradicional ou a de maracujá: 1/3 de melaço ou açúcar de cana, 1/3 de aguardente de cana (cachaça) e 1/3 de sumo de limão ou lima, como manda a tradição.

Poncha Tradicional
Poncha Tradicional

As suas origens remontam à calda que se fazia para conservar o limão usado nas viagens marítimas no século XV e XVI, para prevenir o escorbuto. No Brasil deu origem à “caipirinha” e em Cabo Verde ao “grogue”.

A Passagem de ano na Madeira

Na Festa, os “Fogos” são por si um acontecimento inolvidável.

Pode participar neste ambiente de noite de festa num qualquer local mas, a passagem de ano na Madeira junto ao mar, na baixa do Funchal, é vivida intensamente.

Planeie a ida, leve a taça e a garrafa de espumante ou de vinho da Madeira, para o meio da multidão, na certeza de que terá um espetáculo de fogo de artifício e o ribombar de foguetes, com uma amplitude de 360º.

Durante dez minutos somos presenteados pelos milhares de disparos e pelo banho de luz e cor, de cortar a respiração.

É uma forma de celebrarmos o fim de ano e dar as boas vindas a uma nova vida, que recomeça.

O Fogo de Artifício

O fogo-de-artifício da Madeira foi reconhecido em 2006, como o maior espetáculo pirotécnico do mundo, pelo livro de recordes do Guinness. O recorde foi batido com 660.300 disparos, uma cadência de cerca de 8 mil disparos por minuto.

O Primeiro Banho do Ano

Após o fim de ano e o começo de outro, faz parte da tradição mergulhar no Atlântico, em alguma das belas praias da Madeira, com renovada esperança, que o deus “Oceano” olhe pela Ilha e pelos Ilhéus.

Primeiro Banho do Novo Ano
Primeiro Banho do Novo Ano

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.