Como ter um bom Curriculum mais atrativo

Para tornar o seu Curricullum mais atrativo, tome nota onde pode encontrar boas fotos e imagens gratuitas e preparadas para colocar como “background” no seu Perfil do Linkedin e como proceder para as colocar.

Como melhorar o seu Perfil no Linkedin em 4 passos

Todos os dias aprendemos coisas novas ou novas “nuances” de coisas antigas, Dar a conhecer as suas competências profissionais, o que pode fazer com o seu curriculum ou o seu perfil no Linkedin, por forma a torná-lo mais adequado e sobretudo, mais atraente, é o que pretendemos aqui mostrar.

Melhorar o Perfil no Linkedin renovando a Imagem da Capa

O Linkedin é uma plataforma que pretende destacar a presença profissional de cada um de nós. Por isso é importante que o nosso Perfil apareça da melhor forma possível.

A sua fotografia deve ser “profissional” ou melhor, da forma que gostará de se apresentar como profissinal e como quer que os outros profissionais o vejam. Mais formal ou menos formal, dependendo da atividade que exerce. Mas deve ter uma foto sua e não da família ou do cão ou, mesmo, nenhuma fotografia.

Por detrás da sua fotografia aparece um imagem de fundo (ou capa) que pode tornar o seu Perfil no Linkedin, mais atrativo e adequado aos seus interesses, personalidade e experiência profissional.

Exemplificando com esta imagem de fundo para Linkedin:

Perfil no Linkedin
Perfil no Linkedin

Pode arranjar uma imagem e colocá-la no plano de fundo do seu Perfil, cabeçalho, “background” ou capa, como também se pode dizer.

Os 4 passos para melhorar o seu Curriculum

1º Começe por encontrar uma foto com a dimensão idealmente de 1538 x 396 px. Em alternativa, pode aproveitar o site   “Linkedin Background” que ofereçe gratuitamente uma panóplia de opções. Basta clicar na imagem abaixo, para “aterrar” nesse site

Site de imagens gratuitas para Perfil no Linkedin
Site de imagens gratuitas para Perfil no Linkedin

Escolha o tema, por exemplo “businesses”, vá navegando e verifique a imagem que melhor se adequa aos seus interesses.

Continue a procurar e seleccione por exemplo, a foto “getting things done” (usar o botão “next”, pois esta imagem está no 2º ecran).

Imagens da Categoria "Business"
Imagens da Categoria “Business”

Grave a imagem numa pasta do seu computador. Tome nota do nome do ficheiro para não ter dúvidas quando o quiser utilizar mais adiante.

Imagem "Getting Things Done"
Imagem “Getting Things Done”

2º Edite o perfil no Linkedin, clicando no ícone de edição, por baixo da capa no lado direito, conforme figura abaixo.

Edite a seguir o “background”, isto é, a imagem da capa.

Editar o Perfil no Linkedin
Editar o Perfil no Linkedin

3º Altere a imagem da capa, clicando no símbolo de edição, no lado direito. Se pretendesse alterar a sua fotografia, teria de clicar no ícone correspondente que está colocado ao lado da sua foto.

Alterar a Imagem da Capa do seu Perfil
Alterar a Imagem da Capa do seu Perfil

Aplique a imagem que guardou entretanto.

4º No final não se esqueça de salvar o que modificou (faça “scroll down” até encontrar o botão para guardar as suas alterações).

Finalmente, pode ainda escolher imagens gratuitas noutro local, basta clicar na imagem seguinte para o levar até esse site e depois é fazer o que já explicámos anteriormente.

Outro site de imagens gratuitas
Outro site de imagens gratuitas
Apresentamos também um vídeo que mostra “hands on” como pode alterar a imagem de fundo do seu perfil no Linkedin.

Esperamos que tenha gostado desta informação e que lhe possa ser útil. Os seus comentários e sugestões são bem vindos.

Partilhe o artigo na sua rede social preferida. Faça um comentário e não esqueça, junte-se à nossa rede de seguidores.

Também pode seguir o Pássaro no Ombro numa das redes sociais em que estamos presentes.

Please follow and like us:

Exposição Escher em Lisboa, Museu de Arte Popular

A exposição de Escher está patente no Museu de Arte Popular, em Lisboa, até 27 de Maio de 2018.
Esta Exposição Escher em Lisboa apresenta mais de 200 obras do artista Escher, além de litografias, também equipamentos didácticos, experiências científicas e algumas surpresas.
Ilusões matemáticas e formas impossíveis, a não perder.

Maurits Cornelis ESCHER (1898-1972).

“Considero a minha obra, simultaneamente, como muito bonita e muito feia.”

M.C. Escher

M. C. Escher, 1971.
M. C. Escher, 1971.

Quem é Escher

Escher nasceu em 17 de Junho de 1898, em Leeuwarden, na Holanda.

Em 1919, Escher frequentou a Faculdade de Arquitectura e Artes Decorativas de Haarlem mas nunca obteve bons resultados tendo mudado para artes decorativas, onde adquiriu uma boa base em desenho.

Ainda em 1922 mudou-se para Itália, primeiro Siena e depois Roma, onde desenvolveu o gosto por intrincados desenhos decorativos baseados em simetrias geométricas.

Em 1935, por motivos políticos (Itália era então governada por Mussolini), a família deixou a Itália e mudou-se para Château-d’Oex na Suíça, onde permaneceu dois anos.

Mão com esfera reflectora, 1935.
Mão com esfera reflectora, 1935.

Escher detestou a ’branca miséria de neve’ que encontrou na Suíça e, em 1937, a família mudou-se para Ukkel, na Bélgica, perto de Bruxelas.

Em Janeiro de 1941, já durante a Segunda Grande Guerra Mundial, Escher decidiu viver num lugar onde se sentisse mais seguro e mais tranquilo para continuar a desenvolver os seus trabalhos, mudou-se para Baarn, na Holanda, período em que concretizou a sua obra mais rica.

Mãos desenhando-se, 1948.
Mãos desenhando-se, 1948.

Escher, que desde muito novo sofria de graves problemas de saúde, refugiou-se, em 1970, na Casa-de-rosa-Spier, em Laren, na Holanda, uma casa onde os artistas idosos podiam ter os seus próprios estúdios e beneficiar de cuidados de saúde.

Faleceu aqui em 27 de Março de 1972.

As Obras de Escher, uma simbiose entre a arte e a matemática

Apesar de, segundo as suas próprias palavras, Escher se sentir infeliz muitas noites por se considerar incapaz de concretizar as suas visões, nunca deixou de se maravilhar face à infinita capacidade que a vida tem de criar beleza.

O poder atractivo das gravuras de Escher não tem parado de aumentar desde a sua morte, tal como a popularidade dos seus livros e os milhares de reproduções que são vendidas anualmente.

Qualquer ideia que lhe ocorria tinha de ser exaustivamente explorada, por vezes ao longo de vários meses.

Escher deliciou-se e delicia-nos com o facto de representar o espaço, que é tridimensional, num plano bidimensional, como a folha de papel, criando assim figuras impossíveis, representações distorcidas e paradoxais.

Posteriormente foi considerado um grande matemático geométrico devido à sua capacidade de nos mostrar a matemática na arte e na vida. Escher utilizou quatro tipos de transformações geométricas: translações, rotações, reflexões e reflexões deslizantes, sempre com resultados surpreendentes.

Escher, além de produzir xilogravuras e litografias, também ilustrou livros e desenhou tapeçarias, selos, postais e murais.

A sua obra tende a representar construções e formas impossíveis, preenchimento regular do plano, explorações do infinito e metamorfoses, recorrendo muitas vezes a padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes.

Uma característica relevante dos trabalhos de Escher é o facto de nunca se ter repetido; uma ou outra vez poderemos encontrar diversas gravuras com o mesmo tema, mas na realidade trata-se sempre de um aperfeiçoamento ou de uma variação com que ele pretendia transmitir mais clara e sucintamente uma determinada ideia.

Relatividade, litografia, 1953.
Relatividade, litografia, 1953.

Para que nos possamos deliciar com a magia de Escher e a sua maravilhosa arte, está actualmente ao nosso dispor uma exposição com mais de 200 obras de Escher, que nos surpreenderão pelas suas representações e construções impossíveis, através da exploração do infinito, com recurso a padrões e figuras geométricas e à ilusão de óptica.

A exposição de Escher, que está patente no Museu de Arte Popular, em Lisboa, até 27 de Maio de 2018, apresenta, além de litografias, também equipamentos didácticos, experiências científicas e algumas surpresas.

Para mais informação sobre horários, preços e compra de bilhetes para visitar a exposição Escher em Lisboa, clique na imagem:

Exposição Escher em Lisboa.
Exposição Escher em Lisboa.

Esperamos que tenha gostado desta informação. Partilhe este artigo na sua rede social preferida. Faça um comentário e não esqueça, junte-se à nossa rede de seguidores.

Também pode seguir o Pássaro no Ombro numa das redes sociais em que estamos presentes.

Please follow and like us:

Qual será o melhor seguro de saúde?

Encontrar um seguro de saúde, um plano de saúde vitalício, um plano hospitalar ou um seguro vitalício que cuide da nossa saúde, não é tarefa fácil. Vamos tentar ajudar a procurar.

Entre tantas ofertas de seguros de saúde, quer seja um plano de saúde, um plano de saúde senior, um plano vitalício, será que há algum seguro de saúde vitalício?

Alguns defendem que “não existem seguros de saúde vitalícios“.

As engrenagens da saúde
As engrenagens da saúde

Encontrar o seguro de saúde, o plano hospitalar ou, simplesmente, o plano de saúde que se adeque ao seu caso, não é tarefa fácil.

Variadas coberturas, limites de idade, redes médicas, prestadores de cuidados de saúde, modalidades de reembolso de despesas e períodos de carência são alguns dos fatores a considerar perante uma panóplia de seguros de saúde, cartões de saúde e planos de saúde que lhe são oferecidos.

É necessário ver cada uma das ofertas, analisar o que cada uma propõe e, sobretudo, relacionar cada hipótese com o que pretende. Se já tiver um sistema de assistência na doença como o da ADSE então, provavelmente, poderá querer um seguro que complemente algumas valências. Por outro lado, se quiser ter uma maior liberdade em relação ao Sistema Nacional de Saúde, então outras opções podem ser encaradas.

Se quiser fazer um seguro de saúde vitalício, terá de o fazer antes de atingir determinada idade e, claro, as coberturas que pretende vão também depender do seu orçamento e do que estiver disposto a pagar.

Alguns seguros de saúde terminam quando se atinge os 65 ou 70 anos de idade, isto é, já não há renovação automática. Se o quiser manter, a Cª de Seguros faz uma análise e, mediante certas condições, poderá então continuá-lo. Esta questão é relevante, porque quando se atinge aquelas idades e se fica dependente de uma decisão da Seguradora, fica-se sem alternativa e com um poder negocial nulo.

Assim, ter um seguro de saúde que não termine ou não se renove por decisão unilateral da Seguradora é uma das condições que parece importante.

E mesmo que aquelas idades ainda estejam longe de ser atingidas, deve-se planear e prevenir situações deste tipo.

Uma alternativa que satisfaz estas condição, é oferecida pela Companhia MGEN.

Em síntese:

1º A MGEN é uma Associação Mutualista de origem francesa, com muitos anos de experiência e com um registo de qualidade apreciável em França. Tem mais de 3,5 milhões de pessoas seguras.

A mútua de seguros de proteção na doença
A mútua de seguros de proteção na doença

A MGEN afirma “Somos uma organização sem fins lucrativos, não existem acionistas a remunerar por qualquer capital de investimento ou qualquer interesse individual. Os eventuais excedentes são redistribuídos pelos nossos membros sob a forma de reforço dos benefícios”.

2º A MGEN não é conhecida do grande público em Portugal porque não vende seguros diretamente. O seu “target” são as empresas e associações, com quem faz parcerias. As famílias ou pessoas individuais devem pertencer a uma dessas Associações ou Empresas com quem a MGEN tem uma parceria. Em empresas que adotaram esta Companhia de Seguros o “feed back” é muito positivo. Seguradora idónia e que em Portugal trabalha diretamente com o Prestador de Cuidados de Saúde, Advancecare.

Seguros de Saude Mutualistas
Seguros de Saude Mutualistas

3º A rede Advancecare tem acordos com várias entidades, por exemplo os Hospitais da Cuf, Luz, Lusiadas, Particular, entre outros, além de acordos com médicos.

Basta aceder ao “Diretório Clínico” no site, para poder saber mais em detalhe quem são os prestadores de apoio médico que têm acordo com a Advancecare.

Diretório Clínico
Diretório Clínico

E se houver algum médico que consulte e que não tenha acordo com a Advancecare, não será impeditivo de continuar a consultá-lo, pois, neste caso, passaria a ter de pagar no momento a totalidade da consulta, mas poderia receber uma parte desse valor, a título de reembolso.

4º Com a MGEN, ao atingir um determinado limite de idade, o seguro não é cancelado, nem renegociado pela Companhia de Seguros, eliminando a hipótese de não haver garantia de “renovação” que fosse justa, isto é, que não penalizasse demasiado a idade ou a história clínica.

A MGEN tem como pressuposto alguns princípios de solidariedade e cooperação, a saber:

“Estes princípios de não discriminação, de entreajuda e de solidariedade, fazem de nós o seu parceiro ideal na protecção da saúde, oferecendo um conjunto de condições únicas:

  • Sem limite de idade na adesão;
  • Sem limite de idade na permanência;
  • Sem agravamento individual em caso de sinistro;
  • Sem questionário médico na adesão;
  • Sem exclusão de doenças graves;
  • Sem exclusão de doenças pré-existentes;
  • Sem exclusão de doenças congénitas;
  • Períodos de carência reduzidos, mesmo no parto;
  • Sem resolução unilateral do contrato por parte da seguradora.”

5º Resta saber se a sua empresa tem acordo com a MGEN ou em alternativa, não havendo cobertura na empresa onde se trabalha, quais as Associações com quem a MGEN tem protocolo e se pertence ou pode pertencer a uma delas.

Procurando no site os protocolos em vigor, e admitindo que pertence a uma dessas Associações, como por exemplo, a Associação Mutualista dos Engenheiros (AME).

Protocolo Existente com a DECO
Protocolo Existente com a DECO

 

Protocolos Existentes com Associações
Protocolos Existentes com Associações

6º Finalmente, simular e analisar as diferentes condições possíveis e descarregar os documentos que são facultados no site da MGEN, como o resumo de planos e Condições Gerais da Apólice.

Algumas condições são particularmente agradáveis, como medicamentos comparticipados até um determinado limite, dependendo do plano que se escolher e a possibilidade de ter segunda opinião médica.

Na tabela de prémios, no resumo de planos, por escalão etário, verifica-se que o prémio vai aumentando com a idade, mas não há, de facto, uma data limite.

Finalmente, as Exclusões Contratuais, parecem adequadas e aceitáveis, não havendo qualquer relação com limites de idade.

7º Existem 3 modalidades de reembolso. i) Quando se paga uma despesa, por exemplo os medicamentos e depois é-se reembolsado pela MGEN, na percentagem acordada, ii) o sistema de rede convencionada, no caso a Advancecare, quando se usa a rede e se paga apenas a parte que não é comparticipada, iii) a modalidade mista que permite ter os cuidados médicos dentro ou fora da rede. Dentro da rede paga apenas a sua parte no momento do acto e, fora da rede, paga a totalidade da despesa ao prestador e apresenta essa despesa à MGEN, para que faça o reembolso da comparticipação. O pedido de reembolso pode ser feito pelo correio ou online, através do Portal.

Documentos Disponíveis na AME
Documentos Disponíveis na AME
Em próximo artigo veremos uma apresentação do funcionamento do Portal MGEN, local onde se podem pedir reembolsos, anexar documentos necessários a esse pedido, acompanhar a situação dos pedidos de reembolso, etc.

Esperamos que tenha gostado desta informação e siga-nos. Partilhe este artigo, na sua rede social preferida. Faça um comentário e  não esqueça, junte-se à nossa rede de seguidores.

Siga o Pássaro no Ombro numa das redes sociais em que estamos.

Obrigado

Please follow and like us: